Sobre o Monte Fuji

O Monte Fuji (富士山 em japonês, que significa “Fuji-san”) é a montanha mais alta do Japão, localizada na ilha de Honshu. É um vulcão, que por incrível que pareça, está ativo, porém com risco mínimo de erupção.

Localizado a oeste de Tóquio o Monte Fuji pode ser visto em um dia sem núvens e fica próximo da costa do Pacífico da ilha Honshu, fronteira entre as províncias Yamanashi e Shizuoka

O Monte é envolto por três pequenas cidades. Fujinomiya a sudoeste, Fuji-Yoshida a norte e Gotemba, a única sem “Fuji” no nome, a leste.

Ele é um dos símbolos mais conhecidos do Japão, aparecendo em diversas obras de arte, filmes, fotografias e principalmente é um imã de turistas que o escalam.

escalada ao monte fuji

A origem do nome Fuji

A origem não é clara, a interpretação popular refere que Fuji provém da junção de 不二(Não e dois), que significam em tradução “sem igual” ou da escrita que significa não+exausto 不尽 com significado “interminável”.
Hirata Atsutane, um estudioso do Período Edo, mostra a hipótese de o nome ter como origem “montanha que se ergue como uma espiga de arroz”.
Essa entre outras hipoteses não são conclusivas a respeito do seu nome.

História do Monte Fuji

Relata-se que a primeira escalada ao topo do Monte Fuji foi no ano de 663 por um monge sem nome e a primeira ascensão por um estrangeiro foi em 1860 pelo Sir Rutherford Alcock, britânico.
Até a Era Meiji (Entre 1867 e 1912) era proibido a escalada por mulheres, sendo liberado apenas nessa era.

Geologia

O Fuji-san é composto de 50% lava. Ele está classificado como ativo com risco mínimo de erupção, que sua última foi em 1707 durante o período Edo que formou um segundo pico em um dos lados do vulcão com o nome Hōei-zan

Curiosidades do Monte Fuji

Confira AQUI as curiosidades

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *